Copa do Mundo 2014: História

Copa do Mundo 2014: História

Os torneios que antecederam a Copa do Mundo 2014


Copa do Mundo de 1930: Uruguai

Treze países participaram na primeira Copa do Mundo, que teve lugar no Uruguai. Somente quatro países europeus manifestaram a sua vontade de levar a cabo a longa viagem de barco até à América do Sul. A Bélgica foi um desses países, mas não conseguiu quebrar vasos. O título foi para a terra natal, cuja venceu a final contra a Argentina.

Copa do Mundo de 1934: Itália

A Copa do Mundo da FIFA de 1934 teve lugar na Itália. A terra natal ganhou o título com um sabor amargo. Particularmente nas quartas de final, contra a Espanha e a semifinal contra a Áustria (a equipe favorita), os italianos estavam em uma posição muito duvidosa, prejudicados pelos árbitros. Ademais, muitos acreditaram que os italianos usaram um número dos Americanos do Sul, que estavam proibidos de jogar.

Copa do Mundo de 1938: França

A Copa do Mundo da FIFA de 1938 teve lugar na França. A Itália venceu o segundo título mundial consecutivo e desta vez, não houve nada a dizer sobre a vitória da equipe de Vittorio Pozzo. Após a primeira rodada, a Noruega foi eliminada com dificuldade e a Itália venceu em sucessão, contra a pátria França, o Brasil e a Hungria. Tanto a Holanda como a Bélgica, perderam na primeira rodada.

Copa do Mundo de 1942 e de 1946

As Copas do Mundo foram canceladas devido à Segunda Guerra Mundial.

Copa do Mundo de 1950: Brasil

A Copa do Mundo da FIFA de 1950 teve lugar no Brasil. A Inglaterra se pensava como sendo uma das favoritas, mas os profissionais ingleses, não foram além da primeira rodada e ainda perderam contra os Estados Unidos da América. Um choque ainda maior, pelo menos para a torcida brasileira, foi que o Uruguai derrotou o Brasil no jogo decisivo do torneio e venceu o quarto Campeonato Mundial, que foi o segundo título mundial para o Uruguai. Ademais, o final não foi um jogo formal, pois desde a Copa do Mundo de 1950, o torneio consiste duas fases de grupos.

Copa do Mundo de 1954: Suíça

A Copa do Mundo da FIFA de 1954 teve lugar na Suíça. A Hungria foi a mais favorita e parecia no caminho certo para o título, apesar de uma lesão sofrida pelo jogador estrela Ferenc Puskas, no início do torneio. No entanto, uma grande surpresa para os apoiantes e rivais, os húngaros perderam contra a Alemanha Ocidental, apesar do fato de que eles humilharam a equipe a 8–3, no início do torneio. O “Milagre de Berna” foi um fato.


Copa do Mundo de 1958: Suécia

A Copa do Mundo da FIFA de 1958 teve lugar na Suécia. Os 13 golos de Just Fontaine em um torneio, constituem um recorde que dificilmente será quebrado, mas o francês não conseguiu o título. Nas semifinais, eles foram derrotados pelo Brasil, onde um Pelé muito jovem, somou três gols. Nas finais, a anfitriã Suécia, também teve de se curvar diante dos brasileiros. Junto com Pelé, esta Copa do Mundo, também trouxe jogadores de topo no campo, como Garrincha, Didi e Vavá.

Copa do Mundo de 1962: Chile

A Copa do Mundo da FIFA de 1962 teve lugar no Chile. O torneio tem sido caracterizado como um jogo difícil e negativo, cujo Pelé foi a principal vítima, que teve início com a falha de um ferimento grave. Em sua ausência, jogadores como Garrincha, Didi e Vavá, chegaram a ser estrelas do Brasil para vencer as finais contra uma rígida Checoslováquia, com o grande homem Josef Masopust. Tanto a equipe laranja como os Diabos Vermelhos, não se classificaram para o torneio.

Copa do Mundo de 1966: Inglaterra

A Copa do Mundo da FIFA de 1966 teve lugar na Inglaterra. Foi Eusébio quem roubou a cena com seus nove gols, mas o título não foi para Portugal. Este foi para o país sede, a Inglaterra. Nas finais, apenas no desenvolvimento, os ingleses se depararam com a Alemanha Ocidental, graças ao gol mais discutido da história das Copas. O atual campeão, o Brasil, fez pouco espetáculo e já estava knockout na fase de grupos, assim como a Itália, que foi enviada para casa, pela Coreia do Norte. A Holanda e a Bélgica não se classificaram.

Copa do Mundo de 1970: México

A Copa do Mundo da FIFA de 1970 teve lugar no México. Pela terceira vez em quatro torneios, o Brasil conquistou o título mundial. Isto foi devido a uma equipe com estrelas como o Pelé, o Gerson, o Carlos Alberto, o Jairzinho, o Tostão e o Rivelino (e é ainda considerada por muitos, como a melhor equipe nacional de sempre). Na final da Copa do Mundo, reinava o Campeão Europeu, a Itália, que, pela primeira vez desde 1934, novamente e a sério, deixou sua marca em uma Copa do Mundo, convincentemente derrotada pelos brasileiros. A Bélgica foi derrotada na fase de grupos, enquanto a Holanda, não se classificou para o torneio.

Copa do Mundo de 1974: Alemanha Ocidental

A Copa do Mundo da FIFA de 1974 foi organizada pela Alemanha Ocidental. O país anfitrião foi o favorito, com jogadores como Beckenbauer, Muller, Breitner e o goleiro Maier, mas o atual Campeão Europeu, se mostrou maçante. A equipe holandesa, com jogadores como Cruyff, Van Hanegem, Neeskens e Rensenbrink, surpreendeu o mundo com uma demonstração impressionante de futebol ofensivo, com destaque – incluindo as vitórias retumbantes sobre o Brasil e a Argentina. A equipe laranja parecia estar, com seu futebol total, no caminho para o título mundial, mas no final, o país anfitrião jogou para 2–1 e ainda ganhou a Copa do Mundo. Um trauma de futebol nacional nasceu.

Copa do Mundo de 1978: Argentina

A Copa do Mundo da FIFA de 1978 foi organizada pela Argentina. A equipe holandesa, agora treinada por Ernst Happel, alcançou pela segunda vez consecutiva, as finais de uma Copa do Mundo. Contudo, devido à falta de Johan Cruyff e Willam van Hanegem, a magia do time de 1974, faltou. A anfitriã Argentina (também não o time de sonho), venceu as finais para marcar duas vezes no tempo extra, depois de Rob Rensenbrink acertar na trave, no último minuto do tempo regulamentar.

Copa do Mundo de 1982: Espanha

A Copa do Mundo da FIFA de 1982 foi organizada pela Espanha. Pela primeira vez, 24 países participaram no torneio. Os brasileiros, Zico, Sócrates, Falcão e Júnior, trataram o mundo com uma demonstração de futebol muito samba e balançada, mas perderam o ritmo quando Paolo Rossi, no decisivo encontro em nome da Itália, conseguiu marcar três gols de seguida. No final, os italianos conquistaram o título ao derrotarem a Alemanha Ocidental por 3–1, na final.

Copa do Mundo de 1986: México

A Copa do Mundo da FIFA de 1986 foi organizada pelo México. Diego Maradona usou o torneio, para pôr fim a todas as dúvidas sobre se o argentino, era ou não, o melhor jogador de sua geração. Seu segundo gol, nas quartas de final contra a Inglaterra, foi um dos melhores gols da Copa do Mundo de sempre; embora o inglês recorde (especialmente seu primeiro gol feito com a mão), evidência de que El Diego, não tinha medo de fazer batota, quando a situação precisava. A final, foi um thriller em que a Alemanha Ocidental após marcar bravamente 2–0, recuou para 2–2, acabando por ceder.

 

Copa do Mundo de 1990: Itália

A Copa do Mundo da FIFA de 1990 foi organizada pela Itália. O torneio foi marcado por jogo duro e de conceitos táticos negativos. Como em 1986, a Alemanha e a Argentina, se encontraram na final, mas o encontro foi uma pálida imitação do jogo passado quatro anos antes. Maradona não foi mais uma sombra do jogador que fora antes, e os alemães não estiveram determinados a ser uma equipe surpreendente. O único gol veio de uma grande penalidade, pouco antes do fim do tempo que estava indicando um nível impressionante. A Bélgica e a Holanda ficaram presas nos oitavos-de-final.

Copa do Mundo de 1994: Estados Unidos da América

A Copa do Mundo da FIFA de 1994 foi organizada pelos Estados Unidos da América. O Brasil ganhou a Copa do Mundo pela quarta vez, mas o Samba só se dançou nas arquibancadas. No campo, dominaram táticas conservadoras contrabrasileiros. Nas finais, o Brasil e a Itália realizaram um caminho verdadeiramente impossível de 120 minutos sem gols, para exibirem uma final, ainda mais decepcionante do que a final de 1990. Pela primeira vez na história, uma disputa de pênaltis teve de se desenvolver, para determinar o campeão do mundo. A Bélgica encalhou na 16.ª rodada, no mesmo grupo e a Holanda, encalhou nas quartas de final.

  

Copa do Mundo de 1998: França

O Brasil parecia estar no caminho para o título após uma vitória suada contra a Holanda. No entanto, o jogador estrela Ronaldo, foi assaltado pelo medo do fracasso, e momentos antes das finais, teve um ataque epiléptico. Os brasileiros afetados, foram postos de lado no jogo seguinte, por uma França desenfreada.

Copa do Mundo de 2002: Japão e Coreia do Sul

A Copa do Mundo de 2002 no Japão e Coreia do Sul foi um torneio cheio de surpresas, de um lado, a derrota da França titular no jogo de abertura contra o minúsculo Senegal, por outro lado, a Alemanha e o Brasil chegaram às finais. Embora não tenha sido surpresa nenhuma as superpotências do futebol, a Alemanha e o Brasil, terem atingido as finais da Copa do Mundo, poucos teriam apostado dinheiro nisso antes do torneio. Durante a qualificação, o Brasil se foi desqualificando ao longo da beira do abismo e a Alemanha, foi pela torcida e o pelo rival, descartada como o pior time alemão em memória viva.

A França, a Argentina e a Itália foram os favoritos para o campeonato, como os peritos estavam pensando. No entanto, caíram. Raramente um campeão mundial perece ingloriamente como França, em 2002. Com apenas um pequeno ponto e mesmo sem marcar um gol, acabou ingloriamente em quarto em um grupo pouco deslumbrante com a Dinamarca, o Senegal e o Uruguai. Também a Argentina caiu por terra na primeira rodada, quando os    sul-americanos tiveram que deixar a Inglaterra e a Suécia, acima deles. O terceiro favorito, a Itália, teve uma performance um pouco melhor. A equipe do treinador Trappatoni sabia, sem muita impressão, como sobreviver à fase de grupos. Na segunda rodada, eles foram eliminados pela Coreia do Sul de Guus Hiddink.

A Coreia do Sul não tinha nomes atraentes. O ficar notados principalmente pelo entusiasmo e pela força coletiva da equipe e pelo apoio de um público fanático, provou que esses dois elementos foram suficientes para chegarem às quartas de final, e mesmo o suficiente, para chegarem às semifinais, onde a Espanha, depois de uma grande penalidade, perdeu. Contrariamente às expectativas, a Coreia do Sul teve uma significante coorganizada situação com o Japão, com alguns jogadores de futebol entusiastas à sua disposição, mas perdeu na segunda rodada. O contraste com um escasso ponto e a perda de 5–0 contra a Holanda, o investimento do país durante a Copa do Mundo de 1998 não poderia ter sido pior. Nas semifinais, os coreanos tiveram que reconhecer finalmente a superioridade do seu adversário, quando os mesmos surpreendentes 1–0 da Alemanha provaram que esta era demasiado forte.

Ao atingirem a final, os críticos alemães no amor à pátria, não consentiram nenhum modo incerto. No entanto, na semifinal o craque Michael Ballack sofreu um cartão amarelo, o que significou sua suspensão da final. Sem Ballack, a Alemanha pareceu perdida, de antemão, contra os cofinalistas do Brasil, cuja semifinal teve que lidar com o alto desempenho da Turquia. Seria muito exagerado comparar o Brasil de 2002 com o de 1970, mas foi a recordação dessa equipe mais desembaraçada do que a equipe do Brasil de 1994. Com um conjunto extraordinário de jogadores como o Ronaldo, o Rivaldo, o Ronaldinho e o Roberto Carlos, ganhou todos os seus jogos no caminho para a final e venceu por 2–0, contra a Alemanha. O grande homem do lado brasileiro foi Ronaldo, que marcou oito gols e foi coroado como o melhor marcador do torneio. Na final, ele marcou os dois gols brasileiros.

Copa do Mundo de 2006: Itália

O surpreendente anfitrião interagindo fortemente, deu um pouco de cor a uma Copa do Mundo decepcionante. Nas semifinais, os alemães tiveram de ceder para a Itália, que agarrou a quarta Copa do Mundo, sem qualquer sentimento. Nas finais contra a França, uma disputa de pênaltis tomou a decisão.

Copa do Mundo de 2010: África do Sul

A Copa do Mundo de 2010 teve lugar no período compreendido entre 11 de junho e 11 de julho de 2010, na África do Sul. Foi a 19.ª edição da Copa do Mundo e da primeira edição que foi organizada no continente Africano.

A África do Sul foi escolhida em detrimento de Marrocos e do Egito, em toda uma seleção anfitriã africana. A partir de um processo de qualificação extensivo e de uma qualificação automática do anfitrião, permaneceram 32 países para o torneio final, que foi disputado em 10 estádios por toda África do Sul. Os países qualificados foram de 200 em dezembro e divididos por 8 grupos de quatro equipes. Os números 1 e 2 de cada grupo, passaram para as finais, cujas foram jogadas de acordo com um sistema de knockout.

A final da Copa do Mundo foi disputada a 11 de julho na Cidade Futebol, em Joanesburgo, entre a Holanda e a Espanha. A Espanha venceu 0–1, após prolongamento e o país se tornou, pela primeira vez, campeão mundial em sua história. A Holanda perdeu a final da Copa do Mundo pela terceira vez em sua história.

Copa do Mundo de 2014: Brasil

O mundo de 2014 está chegando. Desta vez, o campeonato será organizado pela maior nação de futebol da América do Sul, o Brasil.